Histórias de quem trabalha com o medo

O processo é cíclico, defende Leonardo Sá, cientista social e pesquisador do Laboratório de Estudos da Violência (LEV), da Universidade Federal do Ceará (UFC): “Existe uma circularidade. A percepção da violência é fundamental para a formação de uma sensação de segurança ou insegurança, mas a percepção da violência não se desloca totalmente da realidade dos fatos. É claro que o medo pode gerar mais violência. O medo, que é efeito, vira causa de mais violência”.

Fonte: http://www.opovo.com.br/app/opovo/fortaleza/2013/03/26/noticiasjornalfortaleza,3028415/historias-de-quem-trabalha-com-o-medo.shtml

Uma resposta para “Histórias de quem trabalha com o medo”

  1. Paulo Roberto Ferreira Lino 11 de agosto de 2013 at 21:25 #

    Sou um dos seguidores do seu blog há algum tempo e sucessivamente achei seus posts muito bons. Estava vasculhando sobre esse assunto por milênios e você me indicou a luz no fim do túnel. Nunca conseguiria tanta informação sozinho!

Deixe uma resposta